Urgezes (Guimarães)

Situada na zona sul do concelho de Guimarães, em Portugal, muito próximo do alto da Penha, fica Urgezes, uma freguesia cujo nome, segundo alguns académicos, deveria escrever-se Urgeses.

Esta freguesia portuguesa tem uma área de 4,62 quilómetros quadrados e mais de 5 mil habitantes, o que dá uma densidade de 1138 habitantes por quilómetro quadrado.

Apesar de Urgezes ser parte integrante da área urbana da cidade de Guimarães, em determinadas zonas da freguesia, podemos encontrar ainda algumas caraterísticas rurais, sendo praticada por parte dos seus habitantes uma agricultura de subsistência.

A grande maioria da população desta freguesia trabalha em confeções e na indústria textil, sendo que também os setores do comércio e serviços representam uma parte importante da economia desta freguesia.

Atualmente, um dos problemas que mais afetam a população de Urgezes é o desemprego.

História de Urgezes

Segundo o que indicam alguns documentos da Sociedade Martins Sarmento e do Arquivo Municipal de Guimarães, o nome Urgezes teve origem no apelido de alguns dos nobres portugueses que viviam na região na época do nascimento da nação.

Em 1220, segundo as Inquirições desse ano, esta terra chamava-se “Sancho Stephano de Colgeses”, cuja tradução para o português atual seria “Santo Estevão de Colgeses” ou “Santo Estevão Dolgezes”. Mais tarde, em 1250, o seu nome era já “Eclesia Sancti Stephani de Ulgeses”.

Urgezes (Autor: Imagem em domínio público)

Urgezes (Autor: Imagem em domínio público)

Em 1842, Urgezes é descrita pelo vigário dessa altura, José Martins Gonçalves, como encontrando-se numa situação alta, vistosa e saudável.

A construção da igreja desta terra começou em 1828 e ficou terminada em 1842, ano em que se forrou e pintou o edifício. Já a igreja nova, que fica ao lado da igreja velha, foi inaugurada pelo Arcebispo de Braga, D. Francisco Maria da Silva, no ano de 1975.

Ao nível das infraestrutura, nos últimos anos a freguesia tem passado por várias mudanças que ajudarão esta zona a desenvolver-se ainda mais.

Assim, pode dizer-se que Urgezes é uma terra com Passado, com Presente e com Futuro!

Turismo e Gastronomia em Urgezes

Ao nível do turismo, existem alguns locais que merecem especial destaque, entre os quais a antiga estação da C.P., o Palácio de Vila Flor, a Capela dos Remédios, a Capela do Senhor das Pedrinhas, a Igreja Paroquial, as Alminhas da Quinta da Fonte Santa, as Alminhas do Cruzeiro, as Alminhas da Parede, e a Fonte Santa de São Gualter, uma fonte em granito, com vários motivos esculpidos, alusiva ao culto de São Gualter e que foi restaurada muito recentemente.

Ao nível da Gastronomia, aí podem ser saboreados os pratos típicos do Minho, tais como os rojões, as papas de sarrabulho e a aletria.

Além disso, quem visita Urgezes não deve deixar de provar um dos vinhos verdes da região, que devem ser bebidos bem frescos. Os turistas costumam achar interessante o hábito de beber o vinho verde tinto por uma tigelinha.

Vídeo de Urgezes

Não Encontrou o Que Estava Procurando? Tente o Google!

Marcados com: , ,
Publicado em Freguesias de Portugal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Newsletter
Questionário

Ponte 25 de Abril ou Ponte Salazar?

View Results

Carregando ... Carregando ...
Publicidade
Acerca
Bem-vindo ao HistóriaDePortugal.info, um portal informativo dedicado exclusivamente à História de Portugal.

Temos como objectivo ser o recurso mais completo na Internet sobre a História de Portugal.


Partilhar história
A História de Portugal está pouco divulgada na Internet. Ajude o HistoriaDePortugal.info a expandir através da partilha do seu conhecimento. Contamos com a sua ajuda!

Criar artigo