Palácio de Monserrate

Sintra é um dos lugares de Portugal classificados como Património da Humanidade.

Para isso muito contribui o ambiente mágico que conjuga a paisagem natural com os seus vários monumentos.

Conheça neste artigo a história do Palácio de Monserrate e seu estado de preservação.

[-] Tabela de Conteúdos

História do Palácio de

Imagem do Palácio de Monserrate

Imagem do Palácio de Monserrate

No lugar onde hoje encontramos o Palácio de Monserrate, havia vivido outrora um cavaleiro moçárabe.

Quando esse cavaleiro morreu, foi sepultado nesse lugar e passou a ser venerado com fervor.

Então, durante o século XII, foi construído um santuário sobre o seu túmulo.

Quatro séculos mais tarde, o Padre Gaspar Preto reconstruiu aí uma capela em homenagem a Nossa Senhora de Monserrate.

No início do século XVIII, esta quinta pertencia ao 36º Vice-Rei das Índias, o nobre Caetano de Melo e Casto, continuando a pertencer aos seus descendentes até meados do século seguinte.

Em 1790, a sua neta arrendou a quinta de Monserrate ao inglês Gerard Devisme.

Nessa altura, existia aí um edifício semelhante a um castelo, com duas torres, sendo uma delas uma torre de menagem, e com uma cobertura cónica.

No entanto, em 1794, Gerard Devisme partiu para Inglaterra e subarrendou a Quinta de Monserrate a William Beckford, que promove alguns restauros no edifício e investe principalmente a sua imaginação na envolvente paisagística, dando ao local um ambiente que combinava de forma perfeita com a atmosfera romântica que o próprio lugar já possuía.

Quando o contrato de arrendamento terminou, Beckford regressou a Inglaterra e a casa acaba por cair num abandono progressivo.

Palácio de Monserrate na Atualidade

Em 1856, a quinta foi adquirida por Sir Francis Cook, um milionário inglês ligado ao comércio.

Dois anos depois, Sir Francis Cook trouxe para Sintra, com o objetivo de recuperar a quinta, o arquiteto James Knowles Jr., que se rodeou ainda de três homens talentosos: William Stockdale – paisagista, Francis Burt – jardineiro, e William Nevil – botânico.

Estes homens, inspirando-se nos ideais do romantismo, criaram jardins mágicos, cheios de surpresas tais como clareiras, relvados, bosques e vegetação exuberante trazida dos mais variados lugares do mundo, num total de mais de mil espécies conjugadas sabiamente.

Quanto ao edifício, ele foi projetado de uma forma particularmente interessante, num estilo neogótico, combinando elementos retos com uma torre circular e cúpulas bolbosas.

A sua decoração interior é uma decoração eclética com folhagens relevadas, bustos, arabescos, rendilhados finíssimos e arquiteturas de estilo indo-persa.

A galeria mourisca com as sua colunas em mármore rosa possui arcos polilobados que para quem os observa parecem não ter fim. A pedra acaba por se desmaterializar em bordaduras e rendilhados acompanhados pelo exotismo dos estuques de alguns artistas do Norte do país. A sala da música possui uma cúpula repleta de extravagância, combinando o branco da pedra com o dourado dos pormenores esculpidos delicadamente.

Após as obras estarem concluídas, foram colocadas no Palácio de Monserrate obras belíssimas e raras que serviriam como adornos mas que, infelizmente, nos nossos dias se encontram desaparecidas.

Quanto à hisórica capela, pouco resta da mesma, encontrando-se hoje perdida no meio da vegetação. Em 1870, Sir Francis Cook foi agraciado com o título de Visconde de Monserrate. Já no século XX, o seu bisneto, Sir Francis, vendeu o palácio a um particular (1946). Mais tarde, o Estado Português adquiriu a quinta e, desde 1978, o Palácio de Monserrate está classificado como Imóvel de Interesse Público.

Nos nossos dias, e após cerca de meio século de encerramento, o público pode visitar de uma parte do interior do Palácio de Monserrate.

Nesta visita, o turista tem à disposição um guia que o ajudará a conhecer melhor, tanto o edifício como também os jardins. Assim, hoje, qualquer pessoa pode desfrutar da magia e romantismo que este lugar emana.

Imagens do Palácio de Monserrate

Vídeo do Palácio de Monserrate

http://www.youtube.com/watch?v=vWGpTcFCnM8

Partilha!Share on Facebook174Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on Tumblr0Pin on Pinterest0Share on LinkedIn0Share on Reddit0Share on VKEmail this to someone

Não Encontrou o Que Estava Procurando? Tente o Google!

Marcados com: , ,
Publicado em Palácios de Portugal, Últimos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Newsletter
Questionário

Ponte 25 de Abril ou Ponte Salazar?

View Results

Carregando ... Carregando ...
Publicidade
Acerca
Bem-vindo ao HistóriaDePortugal.info, um portal informativo dedicado exclusivamente à História de Portugal.

Temos como objectivo ser o recurso mais completo na Internet sobre a História de Portugal.


Partilhar história
A História de Portugal está pouco divulgada na Internet. Ajude o HistoriaDePortugal.info a expandir através da partilha do seu conhecimento. Contamos com a sua ajuda!

Criar artigo