Palácio da Bolsa (Porto)

O Palácio da Bolsa, também denominado de Palácio da Associação Comercial do Porto fica situado em Portugal, na cidade do Porto.

Iniciou-se a sua construção no dia 6 do mês de Outubro de 1842, por causa do encerramento da Casa da Bolsa do Comércio.

Entretanto, os comerciantes portuenses, que muito investiram nele e se dedicaram à sua construção, discutiram os seus negócios na Rua dos Ingleses, ao ar livre.

Características do Palácio da Bolsa

O Palácio da Bolsa é um edifício com uma mistura de estilos arquitetónicos: desde traços dos primórdios policromáticos do Salão Árabe; do neoclássico oitocentista; à severidade da arquitetura toscana ou ao estilo neopalaciano inglês.

Palácio da Bolsa (Porto)

Palácio da Bolsa (Porto)

De planta retangular, a sua fachada principal encontra-se segmentada em três corpos de ordem dórica, e com uma escadaria posicionada paralelamente ao edifício.

O vestíbulo da fachada principal é acesso para o Pátio das Nações. Este átrio está marginado por um claustro envidraçado, coberto por uma enorme clarabóia assente numa estrutura metálica admirável.

Já no início da cobertura, está o escudo nacional e, na parte inferior, as armas do Brasil, da Itália, do Saxe, da Pérsia, da Argentina, da Rússia, da Inglaterra, da Alemanha, da Suiça, da Dinamarca, do México, da França, dos EUA, da Grécia, da Noruega, da Suécia, da Áustria, da Espanha, da Bélgica e da Holanda. Estes países eram países amigos e parceiros comerciais de Portugal no século XIX.

No pavimento, há mosaico com motivos geométricos inspirados em modelos greco-romanos de Pompeia. Ao fundo, existe uma escadaria em granito azulado, acesso ao andar nobre. Aí, abrem-se três portas em arco, entre as quais estão  os bustos dos estadistas Hintze Ribeiro, Fontes Pereira de Melo, bem como os antigos presidentes da Associação.

É neste andar, também, que se encontra a Sala dos Retratos, com imagens, a corpo inteiro, dos últimos reis de Portugal do período constitucional.

Aqui está patente uma célebre mesa do entalhador Zeferino José Pinto. Esta obra de arte demorou três longos anos a ser construída. Concorrendo a várias exposições internacionais, essa mesa foi classificada como “um exemplar altamente qualificado”.

Destaca-se o Salão Árabe ou Salão Nobre, onde têm lugar as homenagens a chefes de estado em visita à cidade.

Apresenta estuques do final do século XIX, com legendas a ouro, com caracteres arábicos que ocupam as paredes e teto da sala.

O salão possui a forma de um paralelograma octogonal. Os seus ângulos, truncados, formam saídas para os outros gabinetes e dependências, ladeando-o uma dupla arcaria artisticamente rematada.

É neste destacado salão do Palácio da Bolsa que têm decorrido distintas e elegantes comemorações em honra de chefes de estado estrangeiros.

É aqui, também, que se têm sucedido homenagens a altas figuras nacionais e internacionais.

Em baixo, no andar térreo, situa-se o Gabinete de Leitura e a Biblioteca.

Palácio da Bolsa na Atualidade

Presentemente, é a sede da Associação Comercial do Porto, onde se realizam variados e marcantes eventos culturais, sociais e políticos da cidade.

É considerado como um dos mais belos edifícios portuenses, assim como um dos mais ricos de Portugal.

Partilha!Share on Facebook134Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on Tumblr0Pin on Pinterest0Share on LinkedIn0Share on Reddit0Share on VKEmail this to someone

Não Encontrou o Que Estava Procurando? Tente o Google!

Marcados com: ,
Publicado em Palácios de Portugal, Últimos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Newsletter
Questionário

Ponte 25 de Abril ou Ponte Salazar?

View Results

Carregando ... Carregando ...
Publicidade
Acerca
Bem-vindo ao HistóriaDePortugal.info, um portal informativo dedicado exclusivamente à História de Portugal.

Temos como objectivo ser o recurso mais completo na Internet sobre a História de Portugal.


Partilhar história
A História de Portugal está pouco divulgada na Internet. Ajude o HistoriaDePortugal.info a expandir através da partilha do seu conhecimento. Contamos com a sua ajuda!

Criar artigo