Mosteiro de São Bento (Santo Tirso)

O Mosteiro de Santo Tirso também muito bem conhecido pelo nome de Mosteiro de São Bento, fica como o próprio nome indica localizado na freguesia de Santo Tirso. Este mosteiro pertenceu em tempos à ordem Benedita existente em Portugal e foi mandado construir por D. Unisco Godiniz e Abunazar Lovesendes (que foi o primeiro senhor da Maia e o ancestral da referida família) no ano de 978. Confirmam estas informações um documento publicado por D. António Caetano de Sousa.

Mas, a história deste mosteiro não fica por aqui, e em 1097 este é doado a Soeiro Mendes da Maia pelo conde D. Henrique e no ano seguinte novamente oferecido ao D. Abade do Mosteiro, ficando este classificado como um dos mosteiros mais poderosos do país. Essa referida consideração fez com que este recebesse Bulas de proteção dos Papas Honório III e Inocêncio III.

Durante muitos anos as terras de couto foram pertença do citado mosteiro e é no seculo XIX que se verifica a expropriação de todos os bens das ordens religiosas, mais propriamente em 1834. No mês de Maio desse mesmo ano, e depois dos monges terem abandonado o mosteiro, este passa a pertencer à Comissão Municipal do concelho de Santo Tirso. Mais tarde o mosteiro sofre uma divisão ficando uma parte para um particular e uma outra para a Câmara Municipal, para o Asilo Agrícola Conde de S. Bento e ainda para uma residência paroquial. É em 1982 que este mosteiro é classificado como Monumento Nacional.

Igreja do Mosteiro de São Bento

Já no seculo XV, foi construída a igreja monástica em jeito de mérito a Martim Gil, o conde de Barcelos. Presentemente podem ser observados apenas alguns indícios arqueológicos. A igreja matriz que atualmente se pode ver foi edificada no ano de 1659 sob um projeto do Frei João Turriano que era filho de um arquiteto de Milão de nome Leonardo Turriano.

O Mosteiro de Santo Tirso também muito bem conhecido pelo nome de Mosteiro de São Bento, fica como o próprio nome indica localizado na freguesia de Santo Tirso (Autor: Nmmacedo)

O Mosteiro de Santo Tirso também muito bem conhecido pelo nome de Mosteiro de São Bento, fica como o próprio nome indica localizado na freguesia de Santo Tirso (Autor: Nmmacedo)

Esta igreja apresenta-se apenas com uma nave e a sua fachada é constituída por três nichos onde se encontram depositadas as esculturas em pedra de Santo Tirso (padroeiro da igreja), de S. Bento e de Santa Escolástica. No seu tímpano encontra-se gravado o ano de 1679 que supostamente será o ano em que a construção da igreja foi terminada. Da sua construção fazem parte duas torres sineiras muitíssimo recuadas. A sua fachada tem uma composição simples, onde podem ser visualizados grandes janelas e os três nichos já referidos. A sua composição arquitetónica é formada por uma distinta galilé com três arcadas e duas torres. Nas suas paredes laterais e interiores podem ser visualizadas algumas capelas profundas que em conjunto com a capela principal oferecem uma configuração em cruz. Dentro da referida igreja podem também ser observadas elegantes cadeiras do seculo XVII ao estilo rococó e um excelente conjunto de pinturas que fazem alusão à vida de São Bento. Para finalizar existe também um órgão que foi oferecido a Frei Domingos de São José Varela.

Ainda apresenta uma grade de ferro forjado que tinha como objetivo a separação do corpo da igreja da parte que era destinada aos monges.

Não Encontrou o Que Estava Procurando? Tente o Google!

Marcados com: , , ,
Publicado em História de Portugal, Igrejas de Portugal, Mosteiros de Portugal, Ordens Religiosas, Últimos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Newsletter
Questionário

Ponte 25 de Abril ou Ponte Salazar?

View Results

Carregando ... Carregando ...
Publicidade
Acerca
Bem-vindo ao HistóriaDePortugal.info, um portal informativo dedicado exclusivamente à História de Portugal.

Temos como objectivo ser o recurso mais completo na Internet sobre a História de Portugal.


Partilhar história
A História de Portugal está pouco divulgada na Internet. Ajude o HistoriaDePortugal.info a expandir através da partilha do seu conhecimento. Contamos com a sua ajuda!

Criar artigo