Igreja da Conceição Velha

A Igreja da Conceição Velha fica situada bem no coração da cidade de Lisboa, na Rua da Alfandega, bem próxima da central Praça do Comércio, na Freguesia da Madalena.

Esta igreja está classificada como monumento nacional desde o ano de 1910 e data dos séculos XVI a XVIII.

História da Igreja da Conceição Velha

A primitiva igreja que foi erguida neste local era da invocação de N.ª Sra da Misericórdia, e era o segundo maior templo de Lisboa no tempo de D. Manuel I, só ultrapassado pelo Mosteiro de Santa Maria de Belém, mais conhecido como o Mosteiro dos Jerónimos.

Foi a sede da primeira Misericórdia do país,  tendo sido instituída em 1498 por iniciativa de D. Leonor, irmã de D. Manuel I, e do seu confessor, o Frei Miguel Contreiras. Mais tarde, com o terremoto de 1755, a igreja ficou totalmente destruída.

Imagem 1 - Igreja da Conceição Velha

Imagem 1 – Igreja da Conceição Velha

Nessa mesma altura havia também ruído a igreja que D. Manuel I tinha doado em 1502 aos freires da Ordem de Cristo, conhecida como Igreja da Conceição dos Freires e mais tarde como Igreja da Conceição Velha (por entretanto se ter levantado uma nova Igreja da Conceição na capital), e que foi construída no lugar da sinagoga da Judiaria Grande.

Quando a antiga Misericórdia foi reconstruída (reconstrução pombalina), todos estes elementos se conjugaram para causar alguma confusão na história do edifício.

Assim, a Igreja da Conceição dos Freires ou Conceição Velha não foi incluída no plano pombalino de reconstrução da Baixa lisboeta.

Em vez disso, o rei  D. José deu aos frades o local da igreja da Misericórdia, mandada reedificar ao arquitecto pombalino Francisco António Ferreira que contou com a colaboração de Honorato José Correia, em 1770, perdendo a sua invocação original e passando a ser a “nova” Conceição Velha.

Imagem 2 - Igreja da Conceição Velha

Imagem 2 – Igreja da Conceição Velha

Aspetos Arquitetónicos da Igreja da Conceição Velha

Francisco António Ferreira, que era conhecido como o Cangalhas, aproveitou o portal lateral, mainelado, duas janelas manuelinas, um baixo relevo de Nossa Senhora da Misericórdia, e a capela do Santíssimo Sacramento, esta já do século XVII, e adaptou-os à capela-mor.

Desta forma alterou-se a orientação do templo, sendo que, o antigo portal transversal Sul passou a principal, fazendo assim eixo com uma capela-mor que era anteriormente uma capela lateral. Na capela-mor podemos encontrar um quadro com dedicatória a Nossa Senhora do Restelo, que foi oferecido pelo Infante D. Henrique aos freires.

Imagem 3 - Igreja da Conceição Velha

Imagem 3 – Igreja da Conceição Velha

A fachada é coroada por um singelo frontão triangular, e é rasgada pelo portal manuelino embutido e pelos janelões. O portal tem um formato em arco redondo encimado por conopial, tímpano com alto-relevo representando a Virgem da Misericórdia com um manto aberto, debaixo do qual se abrigam vária figuras ajoelhadas.

Entre estas figuras destacam-se a de D. Manuel I e a sua irmã D. Leonor e também a do papa Leão X. Sob o tímpano o portal está configurado em arco duplo com mainel central, ladeado por pilastras. Os janelões também são em arco redondo, em muito semelhantes aos do Mosteiro dos Jerónimos.

Contém os habituais símbolos do estilo manuelino, combinando grutescos renascentistas e putti com representações tardo-medievais e naturalistas e com a heráldica régia (cruz da Ordem de Cristo e esfera armilar) tão comuns neste estilo.

O interior da Igreja da Conceição Velha é de nave única, com capelas colaterais, coro-alto e capela-mor rectangular.

Neste local podemos encontrar várias esculturas de valor, talhas, e revestimentos de azulejos e estuques setecentistas. Quando se mudaram para aqui, os freires da Ordem de Cristo levaram consigo uma estátua de Nossa Senhora do Restelo, trazida ainda da Capela de Belém.

No conjunto, este edifício setecentista é uma construção projectada com pouca graça e alguma falta de habilidade, sendo o seu interior sombrio e apertado, e é valorizado apenas pelos importantes elementos manuelinos que o integram. Para quem passa e a vê, esta parece uma Igreja abandonada, com belos aspetos arquitetónicos mas que inspira um temor mórbido.

Imagens da Igreja da Conceição Velha

Vídeo da Igreja da Conceição Velha

Não Encontrou o Que Estava Procurando? Tente o Google!

Marcados com: , ,
Publicado em Igrejas de Portugal, Últimos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Newsletter
Questionário

Ponte 25 de Abril ou Ponte Salazar?

View Results

Carregando ... Carregando ...
Publicidade
Acerca
Bem-vindo ao HistóriaDePortugal.info, um portal informativo dedicado exclusivamente à História de Portugal.

Temos como objectivo ser o recurso mais completo na Internet sobre a História de Portugal.


Partilhar história
A História de Portugal está pouco divulgada na Internet. Ajude o HistoriaDePortugal.info a expandir através da partilha do seu conhecimento. Contamos com a sua ajuda!

Criar artigo