Guimarães

Guimarães é uma cidade e concelho do distrito de Braga, em Portugal.

É um dos mais importantes centros urbanos do Minho e fica a cerca de 40 km da cidade do Porto.

Este concelho abrange uma área de mais de 240 quilómetros quadrados e engloba 69 freguesias, sendo habitado por cerca de 160 mil habitantes, conhecidos como vimaranenses.

História de Guimarães

A História desta cidade remonta, pelo menos, ao Calcolítico Final nacional, podendo tal ser atestado nas citânias de Briteiros e de Sabroso, bem como da Estação Arqueológica da Penha. Também, na Ara de Trajano, encontra-se referenciada a utilização da água das termas de Caldas das Taipas por parte dos romanos.

Mas o ponto alto da história da cidade está totalmente associado ao fato de aí ter sido fundado Portugal. De fato, foi em Guimarães que se preparou a fundação de Portugal, sendo a cidade conhecida como “Cidade Berço”, ou “O Berço da Nação Portuguesa”.

Foi no ano de 1128 que, em Guimarães ocorreram alguns dos principais acontecimentos militares e políticos que viriam a dar origem à independência do Condado Portucalense e ao consequente nascimento da nação de Portugal. É por isso que, numa das torres da muralha se pode ler a inscrição “Aqui nasceu Portugal”.

Já no reinado de D. Dinis, foram construídas as muralhas da cidade, vindo esta cidade a ser alargada ao longo dos séculos e até à atualidade.

Padrão da Nossa Senhora da Vitória em Guimarães (Autor: António Amen)

Padrão da Nossa Senhora da Vitória em Guimarães (Autor: António Amen)

Monumentos em Guimarães

Em Guimarães podemos encontrar diversos monumentos, sendo muitos deles conhecidos principalmente devido à sua relação com a fundação de Portugal. Destes destacam-se, obviamente, o Castelo de Guimarães e a sua torre de menagem, que ainda hoje pode ser visitada, tendo-se do seu alto uma belíssima vista da cidade.

Outros monumentos dignos de se visitar são o Monumento ao Fundador, a Capela românica de S. Miguel do Castelo, a Capela da Santa Cruz; a Igreja do Carmo, a Igreja e os oratórios dos Santos Passos de Nossa Senhora da Consolação; a Igreja de São Francisco, a Igreja da Colegiada de Guimarães, o Cruzeiro de São Francisco, o Convento de Santa Clara, os antigos Paços do Concelho, e as casas de Martins Sarmento e Egas Moniz.

Mas, os locais mais visitados em Guimarães, além do Castelo, são o Paço dos Duques de Bragança, um palácio de estilo borgonhês com um traçado arquitetónico belíssimo, sem igual em Portugal, e também o Alto da Penha, ao qual se pode subir de telesférico.

Devido a grande riqueza histórica desta cidade, o centro histórico da cidade de Guimarães foi reconhecido pela UNESCO, em dezembro de 2001, como Património Mundial.

Feiras, Festas e Artesanato em Guimarães

As principais feiras deste concelho são: a Feira de Campo de S. Mamede, à sexta-feira e a Feira do Entulho na Praça de S. Tiago, que se realiza no primeiro sábado de cada mês.

São realizadas diversas festas neste concelho, mas as principais são as Festas do Senhor do Amparo, a Festa do Corpo de Deus e a Festa da Nossa Senhora da Assunção. Durante o mês de Agosto são relaizadas as festas da Cidade, conhecidas como Festas Gualterianas, sendo o feriado municipal no dia de S. João, a 24 de junho, sendo que neste dia, todos os anos, se coloca uma coroa de flores na Colina Sagrada, em homenagem a D. Afonso Henriques, o primeiro rei de Portugal. Já entre fins de novembro e o início de dezembro, são comemoradas as Festas Nicolinas, em homenagem a S. Nicolau, sendo estas consideradas como as mais antigas de Guimarães.

No que diz respeito ao artesanato, são várias as artes que aí se desenvolvem, estando entre estas: a cestaria em vime, a trança de palha para chapéus, a tecelagem, a produção de bordados, a produção de colchas de seda e de algodão, a escultura de ícones em madeira e pedra, e de diversos objetos relacionados com a agricultura. Outros dos trabalhos artesanais que têm uma certa expressão no concelho são a tamancaria, a olaria, a tanoaria, o trabalho do ferro, e a pintura em barro.

Economia do Concelho de Guimarães

Guimarães é, atualmente, um dos principais polos de desenvolvimento do distrito de Braga. Ainda assim, neste concelho, a agricultura continua a ser uma importante fonte de muitas famílias, sendo frequente ver-se terrenos cultivados tanto nas freguesias mais rurais como também ao lado de grandes unidades industriais.

Uma parte significativa da população de Guimarães trabalha na indústria, o principal pilar da economia deste concelho. Ao nível da indústria, tem principal preponderância a têxtil, do calçado, dos curtumes, dos plásticos e da metalurgia. Outras das atividades económicas do concelho com grande importância, principalmente ao nível do turismo são a exploração de águas minerais e o turismo termal.

Cultura em Guimarães

Sendo uma cidade de dimensão média, pode-se dizer que Guimarães tem uma vida cultural bastante interessante, sendo que, além dos muitos monumentos já citados, tem também diversos museus, associações culturais e galerias de arte.

Em setembro de 2005 foi construído em Guimarães o Centro Cultural de Vila Flor, equipado com dois auditórios, um café-concerto e um centro expositivo.

Em 2012, Guimarães foi, juntamente com Maribor da Eslovénia, a Capital Europeia da Cultura. Para esse efeito, foi construída a Plataforma das Artes, num espaço inicialmente previsto para Centro de Arte Contemporâneo.

Vimaranenses Ilustres

Entre os vimaraneses mais ilustres, encontramos nomes como:

  • D. Afonso Henriques, primeiro rei de Portugal,
  • Abel Salazar, médico e professor, opositor ao Estado Novo,
  • Duarte Freitas do Amaral, político influente do Estado Novo,
  • Elisabete Matos, cantora lírica,
  • Gil Vicente, dramaturgo,
  • Emídio Guerreiro, um dos fundadores do PSD,
  • Papa Dâmaso I

Imagens de Guimarães

Vídeo de Guimarães

Não Encontrou o Que Estava Procurando? Tente o Google!

Marcados com:
Publicado em Cidades de Portugal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Newsletter
Questionário

Ponte 25 de Abril ou Ponte Salazar?

View Results

Carregando ... Carregando ...
Publicidade
Acerca
Bem-vindo ao HistóriaDePortugal.info, um portal informativo dedicado exclusivamente à História de Portugal.

Temos como objectivo ser o recurso mais completo na Internet sobre a História de Portugal.


Partilhar história
A História de Portugal está pouco divulgada na Internet. Ajude o HistoriaDePortugal.info a expandir através da partilha do seu conhecimento. Contamos com a sua ajuda!

Criar artigo