Gibraltar

Promontório rochoso, chamado também Penhão de Gibraltar, que se eleva bruscamente a 425 m de altitude, no extremo meridional da prov. de Cádis (Espanha), formando a costa oriental da baía de Algeciras.

Apresenta-se a E. e N. cortado a pico; a vertente ocidental baixa numa rápida inclinação, deixando entre si e o mar uma estreita faixa de terreno, habitada e ocupada por quartéis, instalações portuárias, etc.

Está ligado à terra firme por um istmo que tem cerca de 800 m de largura, que se alarga rapidamente, e em cuja extremidade setentrional encontra-se a cidade espanhola de La Línea de la Concepción.

Domínio britânica desde 1704, tem sido extremamente fortificada com potente artilharia e todo o tipo de obras e instalações defensivas, na sua maioria abertas na rocha viva.

História de Gibraltar

A superfície do promontório, incluindo a parte do istmo anexo ao mesmo ocupados pelos britânicos é cerca de 5 km2.

Promontório rochoso, chamado também Penhão de Gibraltar, que se eleva bruscamente a 425 m de altitude, no extremo meridional da prov. de Cádis (Espanha), formando a costa oriental da baía de Algeciras (Autor: Paul Handley)

Promontório rochoso, chamado também Penhão de Gibraltar, que se eleva bruscamente a 425 m de altitude, no extremo meridional da prov. de Cádis (Espanha), formando a costa oriental da baía de Algeciras (Autor: Paul Handley)

Constitui uma óptima base naval, História. A Grã Bretanha, por meio da sua esquadra comandada pelo almirante Rooke, apoderou-se de Gibraltar em 1704, aproveitando a guerra de Sucessão espanhola, na qual a Grã Bretanha tomou o partido do arquiduque Carlos de Áustria.

Posteriormente, quando foi assinado o tratado de Utrecht (1713), que acabou com o mencionado conflito, a Grã Bretanha conseguiu que se confirmasse o seu domínio do promontório.

A Espanha, que repetidamente tentou reconquistar o Promontório através das armas (1727, 1779 e 1782), nunca aceitou a ocupação desta zona do seu território e continua a considerá-la sujeita a restituição.

Não Encontrou o Que Estava Procurando? Tente o Google!

Marcados com: ,
Publicado em História
2 comentários sobre “Gibraltar
  1. A história de Gibraltar é uma vergonha enorme para os espanhóis que fizeram figura de parvos e de pouco inteligentes (em relação aos ingleses) quando permitem que este “rochedo” ainda hoje seja dos anglo-saxónicos por nunca terem conseguido reaver o que sempre foi de Espanha!
    Este assunto terá agora uma oportunidade de ser reposta a justiça que infelizmente a Espanha nunca conseguiu fazer por pura falta de atitude perante o inegável poder anglo-saxónico no mundo ao aproveitar a saída do Reino Unido da união europeia!!!
    Mas tenho a certeza que mais uma vez vamos ver os espanhóis “meter o rabo ente as pernas” e aceitar o domínio británico com a ajuda dos “primos” americanos que também usufruem da posição estratégia deste território que foi roubado NAS BARBAS DOS ESPANHÓIS!!

  2. reinaldo disse:

    Onde a Inglaterra, colonizou é pura tecnologia, desenvolvimento, até mesmo a Guiana inglesa, é admirável. Desconheço um país dominado pelos Espanhóis, que hj ou até mesmo outrora, tem alguém que se orgulhe em falar bem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Newsletter
Questionário

Ponte 25 de Abril ou Ponte Salazar?

View Results

Carregando ... Carregando ...
Publicidade
Acerca
Bem-vindo ao HistóriaDePortugal.info, um portal informativo dedicado exclusivamente à História de Portugal.

Temos como objectivo ser o recurso mais completo na Internet sobre a História de Portugal.


Partilhar história
A História de Portugal está pouco divulgada na Internet. Ajude o HistoriaDePortugal.info a expandir através da partilha do seu conhecimento. Contamos com a sua ajuda!

Criar artigo