Ermida de Santo António do Alto

Conheça a história da Ermida de Santo António do Alto neste artigo.

A capital algarvia é destino de eleição de férias de muitos portugueses, mas também de muitos estrangeiros.

Além das conhecidas praias e dos muitos hotéis, restaurantes e bares, Faro oferece os seus visitantes paisagens únicas compostas por lagoas, dunas, pela ilha da Barreta e pelo Parque Natural da Ria Formosa.

Além de tudo isto, existem, ainda, muitos pontos turísticos que pode e deve conhecer como a Ermida de Santo António do Alto.

História, Características e Localização da Ermida de Santo António do Alto

A Ermida de Santo António do Alto situa-se no ponto mais alto da cidade de Faro, razão pela qual ganhou este mesmo nome.

A sua construção remonta à Idade Média, mais propriamente ao século XV.

Foi adossada junto de uma torre de atalaia medieval que já existia e perto da qual se encontra uma lápide com o ano de construção: 1355.

Após a sua construção, este local já sofreu várias remodelações.

Ermida de Santo António do Alto (Autor: Imagem em domínio público)

Ermida de Santo António do Alto (Autor: Imagem em domínio público)

Entre aquelas de que há registo, a primeira data do século XVI.

Nessa altura, a Ermida de Santo António do Alto sofreu uma reconstrução que levou a que a parte inferior da torre passasse a ser utilizada como capela-mor, sob uma abóbada estrelada de arquitetura manuelina.

Algum tempo depois, o terramoto de 1755 destruiu parcialmente esta Ermida.

Em razão dessa destruição, sofreu a mais importante campanha de reconstrução de há que registo.

No novo desenho, a Ermida de Santo António do Alto ganhou uma nova galilé e uma sacristia, aumentou-se a nave e fez-se uma nova capela-mor.

Construiu-se, igualmente, uma nova fachada delimitada por cunhais e composta por um portal reto que é encimado por duas janelas e rematado em frontão.

O destaque desta remodelação aponta, porém, para o núcleo barroco e o magnífico retábulo na capela-mor, da autoria do reconhecido mestre entalhador Manuel Martins, à altura executados por Francisco Xavier Guedelha e Tomé da Costa.

Ainda assim, a capela-mor primitiva subsiste e pode ser visitada na base da torre medieval.

No edifício passou a funcionar também o Museu Antonino, onde pode conhecer uma coleção de pinturas, gravuras e imagens alusivas a Santo António que é, no mínimo, curiosa.

Mais tarde, já em pleno século XX, a Ermida de Santo António do Alto, sofreu mais uma remodelação.

Foi incorporado na torre de vigia um depósito de água que, contudo, não impossibilita que suba ao topo e desfruta da vista panorâmica.

Não Encontrou o Que Estava Procurando? Tente o Google!

Marcados com: ,
Publicado em História de Portugal, Últimos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Newsletter
Questionário

Ponte 25 de Abril ou Ponte Salazar?

View Results

Carregando ... Carregando ...
Publicidade
Acerca
Bem-vindo ao HistóriaDePortugal.info, um portal informativo dedicado exclusivamente à História de Portugal.

Temos como objectivo ser o recurso mais completo na Internet sobre a História de Portugal.


Partilhar história
A História de Portugal está pouco divulgada na Internet. Ajude o HistoriaDePortugal.info a expandir através da partilha do seu conhecimento. Contamos com a sua ajuda!

Criar artigo