Edifício do Colégio do Espírito Santo

A cidade de Évora é, provavelmente, uma das zonas do país culturalmente mais ricas e onde está situado o Edifício do Colégio do Espírito Santo.

São vários os monumentos que ali poderá descobrir e visitar.

Muitos foram alvo de reconstruções, enquanto outros se mantêm exatamente como à data da sua construção.

Alguns podem ser visitados como monumentos abertos ao público, mas há também construções que servem de alojamento a organismo públicos, como é o caso do edifício do Colégio do Espírito Santo.

Localização e Construção do Edifício do Colégio do Espírito Santo

Igualmente conhecido como Colégio da Companhia de Jesus, o Colégio do Espírito Santo localiza-se no chamado Largo dos Colegiais, em Évora.

Com fortes influências jesuítas, o seu edifício foi construído durante o século XVI, por ordem do Cardeal D. Henrique, arcebispo de Évora.

Colégio do Espírito Santo (Autor: Concierge.2C)

Colégio do Espírito Santo (Autor: Concierge.2C)

As obras de construção decorreram entre 1550 e 1559, ano em que o colégio foi inaugurado.

Sete anos mais tarde, iniciou-se a construção de uma Igreja de invocação ao Espírito Santo, que haveria de ficar concluída em 1572, com fortes marcas do estilo usado nas estruturas da Companhia de Jesus.

História e Caraterísticas do Edifício do Colégio do Espírito Santo

Este edifício quinhentista foi classificado como monumento nacional em 1910 e está inscrito na Lista do Património Mundial da UNESCO.

Da planta original, mantém o formato geral, as proporções e os claustros.

De resto, foi sofrendo, ao longo dos tempos, algumas remodelações.

Na construção total, destacam-se, sobretudo, as diversas salas de aula decoradas com azulejos barrocos, no reinado de D. João V, e a fachada da Sala dos Altos, com estilo marcadamente barroco, decorada com figuras alegóricas esculpidas a mármore e composta por um frontão rebuscado que é ladeado por volutas e exibe, ao centro, as armas do Cardeal-Infante.

O Colégio do Espírito Santo tem uma planta quadrangular.

Foi construído em torno de um claustro monumental ou Pátio dos Gerais, como é conhecido, e em cujo centro se encontra um belo chafariz.

No edifício central, encontram-se a Reitoria, bem como alguns auditórios, salas de aula e de informática, um refeitório e um bar, uma “Loja Molina” e algumas unidades de apoio ao ensino e à investigação.

Igualmente merecedores de realce são a Igreja, construída no topo Norte, com uma talha joanina, a antiga Livraria com um teto pintado a fresco com alusões às Belas Artes e à Deusa Minerva e, ainda, o Portal Renascentista situado na fachada Oeste, que foi lavrado por Nicolau Chanterenne e é proveniente da Igreja do Convento de São Domingos.

Não Encontrou o Que Estava Procurando? Tente o Google!

Marcados com:
Publicado em História de Portugal, Últimos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Newsletter
Questionário

Ponte 25 de Abril ou Ponte Salazar?

View Results

Carregando ... Carregando ...
Publicidade
Acerca
Bem-vindo ao HistóriaDePortugal.info, um portal informativo dedicado exclusivamente à História de Portugal.

Temos como objectivo ser o recurso mais completo na Internet sobre a História de Portugal.


Partilhar história
A História de Portugal está pouco divulgada na Internet. Ajude o HistoriaDePortugal.info a expandir através da partilha do seu conhecimento. Contamos com a sua ajuda!

Criar artigo