Centro Cultural de Vila Flor (Guimarães)

O Centro Cultural de Vila Flor é um equipamento cultural de grande importância no concelho de Guimarães, sendo o principal equipamento do género na região de Vila Flor.

A cidade de Guimarães foi escolhida como Capital Europeia da Cultura em 2012, repartindo esse estatuto com Maribor, na Eslovénia, sendo que, nesse contexto, o Centro Cultural de Vila Flor assumiu uma posição de destaque.

O Centro Cultural de Vila Flor nasceu das obras de restauro e recuperação do Palácio de Vila Flor, obras essas que ficaram concluídas em setembro de 2005, tendo ficado a recuperação do Palácio e das zonas envolventes a cargo do Gabinete Pitágoras.

Palácio de Vila Flor

Mandado construir no século XVIII por Tadeu Luís António Lopes de Carvalho de Fonseca e Camões, o Palácio de Vila Flor passou mais tarde para a posse da família Jordão.

Foi aliás essa família que terminou as obras de construção do palácio, iniciadas anteriormente por Tadeu Luís.

O Palácio de Vila Flor assume um papel muito importante na história da cidade de Guimarães pois, se o castelo simboliza o nascimento da nação portuguesa, o palácio simboliza a passagem de Guimarães a cidade.

Isso deve -se ao fato de, em 1853, o Palácio ter recebido a rainha D. Maria II que, após ter ficado aí alojada, decidiu por decreto real, datado de 23 de junho desse mesmo ano, elevar a vila de Guimarães a cidade.

Ainda no século XIX, em 1884, o Palácio de Vila Flor foi utilizado como espaço para a I Exposição Industrial e Comercial de Guimarães.

Centro Cultural de Vila Flor (Autor: Spicka @ Wikipedia)

Centro Cultural de Vila Flor (Autor: Spicka @ Wikipedia)

Já no século XX, o Palácio foi adquirido pela Câmara Municipal de Guimarães, em 1976, com o objetivo de albergar o Pólo de Guimarães da universidade do Minho, ficando aí a funcionar uma academia de música e uma oficina de teatro, além de aí passarem a ser dadas aulas de formação profissional.

Dos Jardins do Palácio de Vila Flor, dispõe-se de uma vista priveligiada sobre a cidade de Guimarães e sobre alguns dos seus monumentos mais carismáticos, como é o caso do Castelo de Guimarães e do Paço dos Duques de Bragança.

Em 1750, os Jardins do Palácio de Vila Flor foram palco dos festejos comemorativos para aclamar D. José I como rei.

Após a compra do espaço, em 1976, pela Câmara Municipal, uma parte dos jardins passou a servir como horto municipal, papel esse que desempenhou durante algum tempo.

Centro Cultural de Vila Flor

O Centro Cultural de Vila Flor surge como resultado das obras de restauro do Palácio de Vila Flor e dos seus Jardins, bem como da construção de um novo edifício contíguo que passou a funcionar como sala de espetáculos.

A obra do Centro Cultural de Vila Flor ficou a cargo do “Gabinete Pitágoras – Arquitetos”, após o concurso Público promovido pela Câmara Municipal de Guimarães.

Apesar de ter sido construído um novo edifício de grandes dimensões, para o teatro, este foi construído segundo o mesmo estilo arquitetónico oitocentista do Palácio, integrando-se muitíssimo bem na paisagem que o rodeia.

A inauguração do Centro Cultural de Vila Flor deu-se com um concerto dos Madredeus, a 17 de Setembro de 2005.

O Centro Cultural de Vila Flor dispõe de um grande auditório com cerca de 800 lugares sentados e também de um pequeno auditório com apenas 200 lugares.

Além disso, o novo edifício possui também um Café Concerto e um Restaurante, sendo também aí que funcionam os serviços administrativos do Centro Cultural.

Quanto ao edifício antigo (já restaurado) do Palácio de Vila Flor, alberga a sede da Assembléia Municipal, além de possuir um espaço de exposições com aproximadamente 1000 metros quadrados.

A obra de restauro dos Jardins do Palácio de Vila Flor mereceu, em 2006, uma Menção Honrosa e o “Prémio Nacional de Arquitetura Paisagista”, na categoria de “Espaços Exteriores de Uso Público”.

Partilha!Share on Facebook3Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on Tumblr0Pin on Pinterest0Share on LinkedIn0Share on Reddit0Share on VKEmail this to someone

Não Encontrou o Que Estava Procurando? Tente o Google!

Marcados com: ,
Publicado em Centros Culturais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Newsletter
Questionário

Ponte 25 de Abril ou Ponte Salazar?

View Results

Carregando ... Carregando ...
Publicidade
Acerca
Bem-vindo ao HistóriaDePortugal.info, um portal informativo dedicado exclusivamente à História de Portugal.

Temos como objectivo ser o recurso mais completo na Internet sobre a História de Portugal.


Partilhar história
A História de Portugal está pouco divulgada na Internet. Ajude o HistoriaDePortugal.info a expandir através da partilha do seu conhecimento. Contamos com a sua ajuda!

Criar artigo