Castelo de Ourém

Situado na freguesia de Nossa Senhora das Misericórdias, no concelho de Ourém, distrito de Santarém, mesmo no alto da cidade, está o Castelo de Ourém, também conhecido como Paço dos Condes de Ourém.

Para lá chegar, é necessário subir uma ladeira íngreme que atravessa a zona velha de Ourém.

O Castelo de Ourém, constitui-se como um marco central do burgo na Idade Média. É constituído por três torres de formato quadrangular, ostentando um recinto triangular, no qual pode ser encontrada uma cisterna subterrânea de formato ogival, a qual é alimentada por uma fonte de água. Existem evidências que o Castelo está situado num local habitado desde o Calcolítico.

Castelo de Ourém – Até ao Terremoto de 1755

O primitivo castelo foi conquistado aos mouros por D. Afonso Henriques, primeiro rei de Portugal, em 1136. No entanto, o atual castelo foi construído apenas em 1178.

Situado na freguesia de Nossa Senhora das Misericórdias, no concelho de Ourém, distrito de Santarém, mesmo no alto da cidade, está o Castelo de Ourém (Autor: Portuguese eyes)

Situado na freguesia de Nossa Senhora das Misericórdias, no concelho de Ourém, distrito de Santarém, mesmo no alto da cidade, está o Castelo de Ourém (Autor: Portuguese eyes)

Conta a história que, o nome Ourém se deve a uma moura que se apaixonou por um cavaleiro cristão e que, após se converter ao cristianismo, adotou o nome de Oureana. Antes disso, esta terra tinha o nome de Abdegas. Tal fato pode ser comprovado na carta de foral concedida em 1180 a D. Teresa pelo seu pai, D. Afonso Henriques, em que se escreveu “Auren, que antes se chamava Abdegas”.

A torre que fica virada para noroeste é conhecida como “Torre de D. Mécia”, devido ao que aconteceu durante o reinado de D. Sancho II. Quando o rei casou com D. Mécia Lopes de Haro, os partidários do infante D. Afonso, preocupados com a possibilidade de vir a advir algum descendente ilegítimo desta união, decidiram raptá-la e encarcerá-la nessa torre, onde permaneceu até se retirar para Castela, onde continuou a intitular-se de rainha de Portugal, até à sua morte.

Foi daqui que D. Nuno Alvares Pereira, 3º Conde de Ourém, partiu para a Batalha de Aljubarrota. Aludindo a isso, foi colocada uma imagem do Conde no amplo Terreiro de S. Tiago, no lado norte do Castelo.

No lado sul, encontra-se o Paço do Conde D. Afonso, com os seus dois torreões, donos de uma arquitetura incomum que funde a arquitetura militar e a palaciana, num estilo de inspiração veneziana. O Paço recebeu este nome, uma vez que foi D. Afonso, o neto do rei D. João I, quem transformou em Paço residencial o anterior castelo, tendo também ordenado a construção da fonte gótica com pedra de armas, na entrada da vila.

Em 1755, durante o terremoto de Lisboa, tanto o castelo como a parte velha da vila de Ourém foram destruídos parcialmente. Nesta altura, a vila é abandonada, fixando-se a população na Aldeia da Cruz.

Castelo de Ourém – Após o Terremoto de 1755

Tendo a população da vila velha se deslocado para a Aldeia da Cruz, esta região evoluiu rapidamente, vindo a ser elevada à categoria de vila, em 1841, recebendo o nome de Vila Nova de Ourém.

Em 1934, o Ministério de Guerra devolveu o Castelo de Ourém à Fazenda Pública que, apesar de pretender realizar obras de restauro, suspende as mesmas por falta de verbas. Doze anos mais tarde, ocorreu um grande temporal, nesta região, que provocou grandes estragos nos telhados dos torreões.

Em 1963, deu-se o desabamento de 6 metros de muralhas, tendo a Junta de Freguesia de Ourém procedido à reconstrução das muralhas três anos mais tarde.

Com o passar dos anos, foi-se procedendo a algumas obras de restauro do castelo, bem como à instalação de placas informativas.

A 20 de junho de 1991, foi constituída a cidade de Ourém, através da junção da antiga vila de Ourém com a Vila Nova de Ourém (antiga Aldeia da Cruz).

Em julho de 2004, foi elaborada a Carta de Risco do imóvel, referente ao Castelo de Ourém, por parte do DGEMN.

Atualmente, o Castelo de Ourém não é usado para nenhumas outras funções, assumindo apenas o papel de marco histórico de interesse turístico.

Imagens do Castelo de Ourém

Partilha!Share on Facebook152Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on Tumblr0Pin on Pinterest0Share on LinkedIn0Share on Reddit0Share on VKEmail this to someone

Não Encontrou o Que Estava Procurando? Tente o Google!

Marcados com: , , ,
Publicado em Castelos de Portugal, História de Portugal, Monumentos de Portugal, Últimos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Newsletter
Questionário

Ponte 25 de Abril ou Ponte Salazar?

View Results

Carregando ... Carregando ...
Publicidade
Acerca
Bem-vindo ao HistóriaDePortugal.info, um portal informativo dedicado exclusivamente à História de Portugal.

Temos como objectivo ser o recurso mais completo na Internet sobre a História de Portugal.


Partilhar história
A História de Portugal está pouco divulgada na Internet. Ajude o HistoriaDePortugal.info a expandir através da partilha do seu conhecimento. Contamos com a sua ajuda!

Criar artigo