Cabo Carvoeiro

Se pretende visitar Portugal e gosta de ambientes rodeados de natureza o Cabo Carvoeiro é um local a não esquecer. É sobejamente conhecido como ponto turístico deste país à beira mar plantado, podendo ser encontrado no concelho de Peniche e com uma bela e privilegiada vista sobre o Oceano Atlântico. Geograficamente é considerado o local mais ocidental do país e quando se avista o oeste pode-se localizar o arquipélago das Berlengas, uma reserva natural em ambiente terrestre e marinho.

É reconhecido como sendo um local com um forte valor no que se refere a espécies da natureza assim como um local rico no que respeita à importância paisagística. Neste local podem ser encontradas muitas e variadas falésias calcárias onde se pode observar a forte ação do tempo.

Este pode ser encontrado a cerca de três mil metros a sudoeste de Papoa. Neste local não abundam as aves, mas nos terrenos que se encontram por ali podem ser encontradas espécies como o pintassilgo, a petinha dos prados e o rabirruivo-preto. Na frente deste farol ergue-se um enorme rochedo ao qual se dá o nome de Nau dos Corvos ou também Pedra da Nau, local escolhido pelos corvos marinhos de crista para descansar. O conhecido falcão peregrino também pode ser observado voando e descansando por esta zona.

O Farol do Cabo Carvoeiro

Aqui pode ser observado e visitado o Farol do Cabo Carvoeiro com 25 metros de altura e a 57 metros acima do nível do mar. A sua torre é quadrangular e construída em maçonaria, de cor branca e com alguns edifícios agregados. As suas varandas estão pintadas de cor vermelha, assim como a luz que o sinaliza que tem um alcance de cerca de 15 milhas náuticas. A sua construção teve por base a necessidade de sinalizar aquela zona uma vez que a ocorrência de naufrágios era elevada.

Pode também ser visitada a Capela de Nossa Senhora dos Remédios que ali se encontra e que serve de local a muitas romarias. No interior desta capela podem ser vistos azulejos que remontam ao seculo XVIII, manufaturados por António Oliveira Bernardes e que revestem todo interior desta construção.

Este farol assim como outros cinco existentes em Portugal foram mandados construir em 1758 por um Alvará pombalino dando origem ao Serviço de Faróis em Portugal. No entanto o seu funcionamento só começou em 1790 sendo este o mais antigo da costa portuguesa.

Cabo Carvoeiro e Peniche

A cidade de Peniche encontra-se localizada no Cabo Carvoeiro e está rodeada por mar a norte, a oeste e a sul. Para os amantes do mar e da pesca esta é a cidade ideal para umas férias ou apenas para um fim-de-semana de descanso. No verão, devido às caraterísticas citadas, é muito procurada por turistas portugueses e estrangeiros.

Se pretende visitar Portugal e gosta de ambientes rodeados de natureza o Cabo Carvoeiro é um local a não esquecer (Autor: Fiore Silvestro Barbato)

Se pretende visitar Portugal e gosta de ambientes rodeados de natureza o Cabo Carvoeiro é um local a não esquecer (Autor: Fiore Silvestro Barbato)

Aqui podem também ser observadas diversas espécies de aves marinhas, motivo pelo qual este é também um local procurado pelos biólogos. Nesta cidade podem ser miradas espécies como a rola-do-mar, o periquito das praias, as gaivotas entre muitos outros. Se pretende fazer a observação das aves, procure faze-lo nos dias de mau tempo e de ventos fortes.

Os Amigos de Peniche

Certamente que muitos conhecem a expressão “O amigo de Peniche” que traduz nada mais nada menos que a existência de um amigo falso que sobe na vida à custa dos amigos.  Esta frase apareceu em consequência da crise de 1580 quando o rei Filipe II de Espanha ficou com a coroa portuguesa em vez de D. António, o então Prior de Crato.

Nove anos depois, cerca de 6500 soldados das forças militares ingleses vinham a Portugal pela praia da Consolação sob as ordens da rainha Isabel I para que D. António fosse colocado no trono que lhe pertencia. Desta forma a citada rainha tentava impedir que nova invasão espanhola fosse feita a terras inglesas.

E porque os ingleses que desembarcaram em Peniche para defender os portugueses, ao deslocarem-se para Lisboa de forma a cumprirem o seu objetivo, começaram a saquear algumas terras pelo caminho, ainda hoje se usa a citada expressão para falar de alguém que não merece a nossa confiança.

Imagens do Cabo Carvoeiro

Não Encontrou o Que Estava Procurando? Tente o Google!

Marcados com: , ,
Publicado em História de Portugal, Últimos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Newsletter
Questionário

Ponte 25 de Abril ou Ponte Salazar?

View Results

Carregando ... Carregando ...
Publicidade
Acerca
Bem-vindo ao HistóriaDePortugal.info, um portal informativo dedicado exclusivamente à História de Portugal.

Temos como objectivo ser o recurso mais completo na Internet sobre a História de Portugal.


Partilhar história
A História de Portugal está pouco divulgada na Internet. Ajude o HistoriaDePortugal.info a expandir através da partilha do seu conhecimento. Contamos com a sua ajuda!

Criar artigo