Bracara Augusta

A primeira expedição militar romana ao noroeste da Península Ibérica (perto de Bracara Augusta) ocorreu entre 138 e 136 a.C.

Após as tropas comandadas pelo consul romano D. Junius Brutus passarem o rio Lima e chegarem ao rio Minho, estas acabaram por retroceder para sul, para lutarem contra os Bracari, um povo que vivia em povoados fortificados e cujo território se extendia entre os rios Cávado e Douro.

Foi apenas em 27-24 a.C. que os romanos conseguiram derrotar os últimos focos de resistência, tendo então o imperador Augusto tratado de organizar a administração do noroeste da Península Ibérica, com o objetivo de a integrar no Império Romano.

Para isso, ele ordenou a fundação de cidades e a construção de vias que faziam a ligação entre essas cidades, tendo Bracara Augusta sido criada com esse objetivo.

Fundação e Desenvolvimento de Bracara Augusta

É possível que, quando foi fundada por Augusto, em 16 a.C., Bracara Augusta tenha passado a exercer imediatamente do direito latino, ou seja, passou a possuir uma estrutura de governo autónomo, com magistrados e um senado.

Visto que era capital de convento, Bracara Augusta passou a exercer funções religiosas, jurídicas e económicas sobre um território extenso. Foi já na primeira metade do primeiro século que a maioria dos seus edifícios públicos passaram a ser construídos, à medida que os seus quarteirões residenciais iam sendo ocupados.

D. Junius Brutus (Autor: Marie-Lan Nguyen)

D. Junius Brutus (Autor: Marie-Lan Nguyen)

Assim, é provável que a cidade tenha atingido a sua expansão máxima durante o século II.Assim, a cidade de Bracara Augusta continuou até aos nossos dias, correspondendo hoje à cidade de Braga, em Portugal.

Muralhas de Bracara Augusta

São vários os testemunhos literários, datados do século XII em diante, que atestam a existência de muralhas nessa região. Esse fato veio a ser confirmado em 1976, quando foram realizadas várias escavações na região, tendo sido descoberto um extenso segmento das mesmas na zona do Fujacal.

Segundo estudos arqueológicos, as muralhas datam de finais do século II e inícios do século IV, altura em que a cidade ainda era ocupada pelos romanos.

Apesar de apenas se conhecer uma parte das antigas muralhas, pelo que foi achado até ao momento (muralhas com uma largura muito grande, que serviam de via para circulação das pessoas e, ao mesmo tempo, para contenção de terras) e pelo que indicam os escritos literários que referem a sua existência, é muito provável que as muralhas de Bracara Augusta fossem muito semelhantes às das suas congéneres de Lugo e Astorga, ou seja, estas seriam concerteza muralhas imponentes.

Não Encontrou o Que Estava Procurando? Tente o Google!

Marcados com: ,
Publicado em Romanização

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Newsletter
Questionário

Ponte 25 de Abril ou Ponte Salazar?

View Results

Carregando ... Carregando ...
Publicidade
Acerca
Bem-vindo ao HistóriaDePortugal.info, um portal informativo dedicado exclusivamente à História de Portugal.

Temos como objectivo ser o recurso mais completo na Internet sobre a História de Portugal.


Partilhar história
A História de Portugal está pouco divulgada na Internet. Ajude o HistoriaDePortugal.info a expandir através da partilha do seu conhecimento. Contamos com a sua ajuda!

Criar artigo