Angra do Heroísmo

Angra do Heroísmo é a capital da Ilha Terceira que se localiza no Arquipélago dos Açores. Reúne cerca de trinta e cinco mil habitantes sendo um dos concelhos da citada ilha com um maior grupo populacional.

Este concelho é formado por dezanove freguesias das quais cinco formam a sede do mesmo. As restantes são freguesias rurais.

A ilha onde esta cidade se circunscreve apresenta cerca de 400 quilómetros quadrados, vinte e nove quilómetros de comprimento e dezassete de largura. O concelho de Angra do Heroísmo ocupa cerca de sessenta por cento da área total da ilha. Esta ilha é de origem vulcânica apresentando-se por isso com caraterísticas muito peculiares e muito próprias podendo ver-se muitos vestígios das diversas erupções tendo sido estas quem deu origem ao seu terreno formado por colinas e crateras.

A serra do Morião protege a norte Angra do Heroísmo e a sul é Monte Brasil quem desempenha este papel. A nascente da mesma ilha encontra-se a serra da Ribeirinha e a poente a serra de Santa Bárbara. No que respeita à economia esta baseia-se essencialmente na indústria de carne e lacticínios e na agricultura.

História da Angra do Heroísmo

Durante a sua história, Angra do Heroísmo foi capital do reino de Portugal mas, em condições bastante difíceis. A primeira e a mais complicada foram entre o dia cinco de agosto do ano de 1580 e o dia cinco de agosto de 1582 aquando da fundação do governo de D. António, Prior do Crato. A segunda foi anos mais tarde, em 1828, quando foi ali instalada a Junta Provisória, em nome da rainha D. Maria II de Portugal, pelo Decreto de 15 de março de 1830. Os títulos atribuídos a esta cidade no ano de 1641 e em 1837 vieram confirmar a nobreza de caráter e a lealdade das pessoas destas terras.

Angra do Heroísmo é a capital da Ilha Terceira que se localiza no Arquipélago dos Açores (Autor: José Luís Ávila Silveira/Pedro Noronha e Costa)

Angra do Heroísmo é a capital da Ilha Terceira que se localiza no Arquipélago dos Açores (Autor: José Luís Ávila Silveira/Pedro Noronha e Costa)

Angra do Heroísmo foi a primeira povoação do referido arquipélago a ser elevada à condição de cidade no ano de 1534 sendo a primeira cidade europeia do Atlântico. No ano de 1831 a Câmara Municipal aí existente foi também a primeira do país a ser eleita e no ano de 1983 esta foi a primeira cidade portuguesa a fazer parte da Lista do Património Mundial da UNESCO.

Mas a sua história não se resume apenas a estes fatos. Assim, em 1474 a capitania de Angra é doada a Álvaro Martins Homem dando começo aos trabalhos da Ribeira dos Moinhos contribuindo para um futuro desenvolvimento económico da povoação uma vez que a força das águas estava a ser aproveitado para tal objetivo. Surge desta forma a Casa do Capitão e mais tarde por ordem de João Vaz Corte Real surge a canalização da ribeira, o Cais da Alfandega e a muralha de forma a defender o povo.

Com todo este crescimento brevemente iria ser elevada à categoria da vila mais propriamente em 1478 e anos mais tarde a cidade como já foi referido. A nomeação de cidade deu-se ainda na época dos descobrimentos. Neste mesmo ano o Papa Paulo III escolhe a cidade para sede da Diocese de Angra com influência sobre todas as restantes ilhas dos Açores.

Não Encontrou o Que Estava Procurando? Tente o Google!

Marcados com: , ,
Publicado em Cidades de Portugal, Concelhos de Portugal, História de Portugal, Últimos
3 comentários sobre “Angra do Heroísmo
  1. Arthur Monteiro Neto disse:

    Bom dia,
    Em Angra do Heroísmo existe marmoraria?
    Muito obrigado.
    Atenciosamente.
    Arthur Monteiro Neto

  2. Karin Martins Pereira disse:

    Sou brasileira e conheci está ilha através de uma pesquisa de um antepassado meu que provavelmente nasceu nessa ilha em 1717 Andreza de Santo Antônio Espíndola,por parte de minha avó paterna!
    Um lugar muito bonito, quem sabe um dia eu vou conhecer pessoalmente essa linda ilha onde tenho raízes!

  3. Karin Martins Pereira disse:

    Tenho meus antepassados nascidos nessa linda ilha em Angra do Heroísmo de nome Andreza de Santo Antônio Espíndola em 1717.
    Um dia quem sabe vou conhecer essa linda ilha
    Sou brasileira de Curitiba Paraná!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Newsletter
Questionário

Ponte 25 de Abril ou Ponte Salazar?

View Results

Carregando ... Carregando ...
Publicidade
Acerca
Bem-vindo ao HistóriaDePortugal.info, um portal informativo dedicado exclusivamente à História de Portugal.

Temos como objectivo ser o recurso mais completo na Internet sobre a História de Portugal.


Partilhar história
A História de Portugal está pouco divulgada na Internet. Ajude o HistoriaDePortugal.info a expandir através da partilha do seu conhecimento. Contamos com a sua ajuda!

Criar artigo